12:00

Educação à Escuta

Um programa da responsabilidade do CIDTFF da Universidade de Aveiro. Porque a diferença está na Educação e a Educação faz toda a diferença

Estratégias de Autorregulação, o que são? Como desenvolver?

14, Setembro 2020

As estratégias de autorregulação permitem-nos ter o controlo sobre os nossos pensamentos, comportamentos, emoções e conhecimentos sobre nós próprios e capacidades. Consolida a nossa  capacidade para assumir compromisso, para ter autocontrolo, autodisciplina e autonomia em gerir as nossas ações de forma a atingir com sucesso os nossos objetivos!

Ao adotar este tipo de estratégias de aprendizagem, conhecemo-nos melhor sobre nós próprios (autoconhecimento), ajuda-nos a ter consciência das nossas potencialidades e/ou dificuldades (autoconsciência), aprimoramos a capacidade de avaliar o nosso comportamento, ações e conhecimento (autoavaliação), aumenta a nossa capacidade de gerir o nosso processo de aprendizagem!Para isso, é essencial acompanharmos e refletirmos sobre o nosso progresso e evolução (metacognição), de forma a controlar fatores que interferem na construção da nossa aprendizagem e identidade pessoal!

Dicas para desenvolver a autorregulação das aprendizagens!

Desenvolver as estratégias de autorregulação de aprendizagem exige dominar o autoconhecimento (conhecermos a nós próprios), possuir autoeficácia (convicção de sermos capazes de realizar determinada tarefas), e criar uma rotina de estratégias de aprendizagem e utilizar os diferentes tipos de recursos disponíveis.  Para isso, segue-se algumas dicas para desenvolver competências de estudo:

  • Definir objetivos pessoais: identificar o que se pretende atingir;
  • Escolher o método de estudo mais adequado tendo em conta o perfil pessoal;
  • Definir o melhor horário e local de estudo;
  • Elaborar uma planificação semanal;
  • Organizar o dia com uma lista de tarefas e compromissos;
  • Estabelecer uma rotina diária de estudos, reservando horas para o estudo e para o lazer e bem-estar; Ser-se equilibrado! É importante ter o tempo “para mim” (para algo que gostamos de fazer)!
  • Ter um calendário/agenda (digitais ou tradicionais) com objetivos diários;
  • Definir prioridades pessoais e de estudo, de acordo com a importância e a sua urgência, tendo em conta o tempo de execução;
  • Estabelecer prazos de concretização realístico e alcançável das tarefas. Sê realista!
  • Proativo na pesquisa e seleção de informação: ter iniciativa e autonomia em ir à procura de informação relevante;
  • Elaborar um portefólio organizado com o trabalho desenvolvido;
  • Transformar a informação: ler com atenção, sublinhar informações relevantes, elaborar resumos e anotações, realizar exercícios; reescrever as anotações.
  • Procurar ajuda: reconhecer as suas dificuldades e limitações; Pedir ajuda quando não consegue ultrapassar dificuldades ou não encontra informações a colegas, professores, ou outros;
  • Crie ou faz parte de um grupo de estudos (ter colegas com quem estudar e partilhar dúvidas e ideias ajuda-nos a evoluir!) – Há muitas ferramentas digitais que permite estudar e colaborar com os colegas;

  • Refletir regularmente sobre as suas ações e sobre as respetivas consequências (Se eu fizer isto, vai acontecer isto); Pensar antes de agir!

  • Monitorizar/acompanhar: elaborar uma checklist de verificação; e refletir sobre a sua evolução e aspetos a serem melhorados/alterados;

  • Estar atento às dicas do Professor! Elaborar um glossário de termos! Fazer um mapa mental de conceitos! Entender os conceitos-chave! Ler para si em voz alta! Ensinar e partilhar os conhecimentos com os teus colegas!

  • Criar um sistema de recompensas;

  • Revisar: reler, corrigir, proceder a melhorias;

  • Autoavaliar-se a sí próprio: Elaborar um diário pessoal, em que questione-se sobre: o que tem de melhorar, alterar, manter; a concretização das tarefas, se as realizou, senão que fatores impediram; os próximos passos a realizar.

  • Não ter medo de falhar!

Agora com estas dicas, vamos coloca-las em prática?!

A todos os alunos votos de um ótimo início de aulas, e muito sucesso!

Não se esqueçam, há também ferramentas digitais que auxiliam nas vossas estratégias de autorregulação!

 

Daniela Pedrosa, dpedrosa@ua.pt

 

Podcasts:

6, Abril 2020

Há 120 anos... um eclipse solar

8 abril 2020

Vitor Bonifácio, Investigador do CIDTFF da Universidade de Aveiro

Contacto: https://www.ua.pt/fis/person/10315577; vitor.bonifacio@ua.pt

 

Aproveito...

30, Março 2020

Rosa Madeira

Contacto: https://www.ua.pt/pt/p/10314100

Olá, sou Rosa Madeira, Professora e Investigadora na Universidade de Aveiro e tenho me ocupado de questões relacionadas com a...

23, Março 2020
Contacto: https://www.ua.pt/essua/person/10318349 
Marília Rua, docente da Escola Superior de Saúde da Universidade de Aveiro e investigadora do CIDTFF, com formação de base em Enfermagem e Especializada em Enfermagem Saúde...
16, Março 2020

Vânia Carlos e Manuel Santos, Investigadores do CIDTFF da Universidade de Aveiro, abordam as comunidades educativas inteligentes e cidadania participativa

Contacto:...

9, Março 2020

Rosa Faneca, Investigadora do CIDTFF da Universidade de Aveiro

Contacto: https://www.ua.pt/en/p/10345362...

2, Março 2020

Maria João Loureiro, reflete sobre Telemóveis na escola - proibir ou não? Eis a questão

Contacto:  https://www.ua.pt/en/p/10307366

Telemóveis na escola -...

24, Fevereiro 2020

A Investigadora do CIDTFF da Universidade de Aveiro, Manuela Gonçalves, aborda a questão das manifestações contra a inação dos governos em relação às alterações climáticas.

Contacto:...

17, Fevereiro 2020

Marisa Maia Machado, Investigadora do CIDTFF da Universidade de Aveiro, apresenta o Estudo -Piloto inclUA

 

Contacto: https://www.ua.pt/dep/person/80323795

...