Europeias: PS quer travar movimentos extremistas.

2024-05-14 07:10

Tópicos: 

Categoria: 

Concelho: 

A candidatura do Partido Socialista às eleições europeias de junho esteve em Espinho, no passado sábado, em contacto com a comunidade piscatória local.

Foi uma tarde de rua com a realização de um quiz sobre a Europa.

Os candidatos Francisco Assis e Bruno Gonçalves e a candidata Joana Sá Pereira vincaram a importância de “travar movimentos extremistas” que “pretendem destruir o projeto europeu e regredir em matérias de direitos humanos”.

Francisco Assis falou do aumento de casos de violência contra imigrantes e responsabilizou “moralmente” o partido da extrema direita portuguesa pelos ataques registados recentemente no Porto.

Maria Manuel Cruz, Presidente da Câmara de Espinho, salientou a relevância de se reforçarem os apoios à arte xávega e deu nota dos avanços do município no apoio à habitação para jovens.

“Precisamos dos jovens em quem investimos e vemos partir. Essa massa humana altamente qualificada é precisa para renovarmos quadros ”, disse.

O Presidente da Federação Distrital de Aveiro do PS, Jorge Sequeira, reforçou que “não há outro partido no espectro político nacional que defenda como o PS os ideais europeus e que o voto no PS é o voto fundamental para proteger a União Europeia”.

O quiz sobre a Europa permitiu às pessoas presentes saberem mais sobre a União Europeia e conduziu a reflexões sobre os assuntos emergentes.

Para o Presidente da Federação Distrital de Aveiro da Juventude Socialista, João Costa, a “grande mobilização” de jovens do distrito para Espinho demonstra o “interesse da juventude em estar a par das principais discussões no seio do projeto europeu”.

O dirigente salienta que “é essencial defender a União Europeia e as suas instituições porque são a garantia que existe no continente europeu uma casa comum de progresso social, de paz e de defesa dos direitos humanos ”.